Marketing

As mulheres vivem a cerveja

A Cerveja Está Viva e Escreve-se no Feminino” é o mote da campanha digital com que a Confraria da Cerveja celebra as mulheres do setor no Dia Internacional da Cerveja, esta sexta, 5 de agosto. Assinala o regresso dos brindes “com moderação” como única reserva, nas redes sociais.

sexta-feira, 05 agosto 2022 11:04
As mulheres vivem a cerveja

A campanha conta também um com manifesto, assinado pelas Confradesas da Cerveja, que evoca as mulheres do setor, as suas consumidoras e “as mulheres que fazem parte das nossas vidas”, assim como os momentos de consumo, o seu património e a naturalidade dos seus ingredientes. Entre as signatárias constam Joana Schenker (campeã europeia de BodyBoard), Natália Cavaleiro Costa (nutricionista), Isabel de Sousa (professora do Instituto Superior de Agronomia), Paula Lobo Antunes (atriz), Manuela Botelho (secretária-geral da APAN), Ana Jacinto (secretária-geral da AHRESP), Conceição Zagalo (empreendedora social), e confradesas que atuam diretamente no setor cervejeiro como Teresa Apolónia, Graça Borges, Patrícia Nunes e Sandra Peixoto.

A Confraria da Cerveja desafia ainda os portugueses a partilharem uma fotografia de um brinde à cerveja nas redes sociais, marcando o hashtag #VivaCerveja e a página @sabercerveja.

“No setor cervejeiro, as mulheres emancipam-se, são criadoras de marcas, são beer sommeliers e estão no centro da sua produção. Por isso, celebramos também a evolução da sociedade, com um copo de cerveja na mão que se ergue pelas mulheres ‘de e da’ categoria. Até porque cerveja, de facto, escreve-se no feminino”, diz o grão-mestre da Confraria da Cerveja, Rui Lopes Ferreira.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing