Media

Jornal do Brasil passa a ser só on-line depois de 120 anos em papel

jornalˍdoˍbrasil.jpg
Para assinalar a nova fase do jornal, que contabiliza quase 120 anos, a edição de hoje conta com um artigo do presidente brasileiro Lula da Silva.
domingo, 29 novembro -0001 23:23

O Jornal do Brasil, um dos mais antigos diários brasileiros, passa hoje a ser publicado unicamente em versão on-line, substituindo a edição em papel que sofreu uma descida das vendas de quase 80%.

Fundado em 1891, o Jornal do Brasil decidiu acabar com a versão impressa depois de um longo problema financeiro do diário, que acumula dívidas de cerca de 360 milhões de euros.

No final dos anos 60, o Jornal do Brasil chegou a ter uma tiragem de cerca de 230 mil exemplares, número que diminuiu para os actuais 22 mil exemplares.

A crise agravou-se na década de 90, sendo que, em 2001, o diário passou a ser controlado por Nelson Tanure, antigo responsável pela Gazeta Mercantil, jornal de economia que deixou de circular em 2009 por problemas financeiros.

Um dos mais tradicionais diários do país, o Jornal do Brasil, que já manteve colaboradores como Eça de Queirós, Rui Barbosa, Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira, teve uma actuação destacada no período da ditadura militar brasileira (1964-1985).

Fonte: Lusa

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing